Certificado de participação encontra-se disponível no portal do participante.

Conheça nossos cursos!

Graduação

Pós - Graduação

A continuidade dos estudos deve ser algo que traga melhorias à sua vida pessoal e profissional, e não apenas um título de especialista a acrescentar em seu currículo.

No contexto de incerteza financeira e econômica global, de falta de confiança nos mercados financeiros e de colapso de grandes organizações nacionais e estrangeiras não se admite mais o improviso, e ter formação adequada é de suma importância para todo profissional nos dias de hoje.

Nesse sentido, os cursos de Pós-Graduação da CHRISFAPI foram estruturados visando atender profissionais portadores de curso superior que desejem aperfeiçoar seus conhecimentos, que atuem ou desejem atuar junto às áreas oferecidas ou que desejem abrir novas possibilidades de atuação.

Email: posgraduacao@chrisfapi.com.br

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA
(APRESENTAR ORIGINAL E CÓPIA):

– 01 (uma) foto 3×4;
– Curriculum vitae;
– Comprovante de residência.
– Diploma de curso superior ou certidão constando a data da Colação de Grau;
– Histórico Escolar de curso superior devidamente reconhecido pelo MEC;
– RG;
– CPF;
– Carteira de Reservista;
– Título de Eleitor com comprovante de quitação junto a Justiça Eleitoral.

Serviços

Área do Aluno

Área do Professor

Área do Coordenador

Biblioteca On-line

fichacatalografica

Ficha Catalográfica

Estágio

Estágio: A Lei nº 11.788, de 25 de setembro de 2008, define o estágio como o ato educativo escolar supervisionado, desenvolvido no ambiente de trabalho, que visa à preparação para o trabalho produtivo do estudante. O estágio integra o itinerário formativo do educando e faz parte do projeto pedagógico do curso.

Obs: “A finalidade do estágio é propiciar a complementação do ensino e da aprendizagem a serem planejados, executados, acompanhados e avaliados segundo os currículos, programas, calendários escolares, a fim de se constituírem em instrumentos de integração, em termos de treinamento prático, aperfeiçoamento técnico-cultural, científico e relacionamento humano”.

Elementos que constituem o estágio:

a) Estagiário: Nos termos da Legislação do Estágio em vigor, e em consonância com o inciso XXXIII, do artigo 7º da Constituição Federal, podem ser contratados sob o regime de Contratos de Estágio, Estudantes a partir de 16 anos que estiverem freqüentando o ensino regular, em instituições de educação superior, de educação profissional, de ensino médio, da educação especial e dos anos finais do ensino fundamental, na modalidade profissional da educação de jovens e adultos.

b) Instituição de ensino: instituição com a qual o estudante está regularmente matriculado e freqüentando um curso.

c) Unidade concedente: pessoa jurídica de direito público ou privado e profissionais liberais de nível superior, devidamente registrados em seus respectivos conselhos fiscalização profissional que ofereçam condições de proporcionar vivências, conhecimentos e práticas na área de formação do estagiário.

Agentes de Integração são organizações que podem firmar parcerias com as Universidades visando auxiliar na identificação das oportunidades de estágio, aproximando estudantes do mercado de trabalho, e contribuindo para o desenvolvimento de habilidades, modalidades de atuação, formação, através de convênios com empresas.

Interno: É realizado nas dependências da faculdade nos vários setores desta, como biblioteca, laboratório de informática, laboratório de rádio, Núcleo de Prática Jurídica, Secretaria do Mestrado, Secretaria, Departamento Jurídico, entre outros. Os estagiários internos recebem como remuneração desconto na mensalidade do seu curso.

Externo: quando o estágio, obrigatório ou não, é realizado em unidades externas à Faculdade, caracterizadas como unidades concedentes.

a) Termo de Convênio (facultativo)
b) Termo de Compromisso
c) Plano de Atividades
d) Aditivo ao termo de compromisso de estágio
e) Termo de rescisão

A Lei garante ao estagiário o direito, durante a vigência do estágio, de estar assegurado contra acidentes pessoais, devendo constar do termo de compromisso de estágio a identificação da Seguradora, o número da apólice de seguros e as condições de cobertura.

No caso do estágio não-obrigatório, a responsabilidade de contratar o seguro contra acidentes pessoais é da unidade concedente ou do próprio estagiário.

Cursos de Extensão

Estágio: A Lei nº 11.788, de 25 de setembro de 2008, define o estágio como o ato educativo escolar supervisionado, desenvolvido no ambiente de trabalho, que visa à preparação para o trabalho produtivo do estudante. O estágio integra o itinerário formativo do educando e faz parte do projeto pedagógico do curso.

Obs: “A finalidade do estágio é propiciar a complementação do ensino e da aprendizagem a serem planejados, executados, acompanhados e avaliados segundo os currículos, programas, calendários escolares, a fim de se constituírem em instrumentos de integração, em termos de treinamento prático, aperfeiçoamento técnico-cultural, científico e relacionamento humano”.

Processo educativo cultural e científico que articula o ensino e a iniciação científica de forma indissociável e viabiliza a relação transformadora entre a CHRISFAPI e a sociedade.

• Produzir e socializar conhecimentos nas áreas temáticas de extensão, proporcionando análise científica dos problemas destas áreas no âmbito local, regional e nacional;

• Consolidar conhecimentos relativos às áreas temáticas, apreendendo a dinâmica das questões pertinentes às diferentes áreas, de modo articulado e inter-relacionado às experiências já consolidadas no exercício da profissão;

• Promover e intensificar a articulação da CHRISFAPI com a sociedade;

• Promover a articulação das atividades de ensino e iniciação científica com as demandas da sociedade, visando avanços na produção e difusão de conhecimentos capazes de promoverem mudanças no desenvolvimento local e regional, como agentes de transformação cultural, política, econômica e social.

Programa – conjunto de projetos de caráter orgânico-institucional, com clareza de diretrizes e voltados a um objetivo comum;

Projeto – conjunto de ações contínuas de caráter comunitário, educativo, cultural e tecnológico. Deve estar vinculado a um programa e renovado semestralmente.

Curso – conjunto articulado de ações pedagógicas, de caráter teórico e/ou prático, presenciais ou a distância, planejadas e organizadas e maneira sistemática, com carga horária definida e processo de avaliação formal; . Os cursos podem ser presenciais, a distância ou podem ainda utilizar uma combinação de todas essas metodologias. Os cursos de Extensão com carga horária entre 10 e 30 horas são denominados minicursos.

  • Evento – ação de interesse técnico, social, cientifico, esportivo e artístico que implica na apresentação e exibição publica e livre ou também com clientela específica como:
  • Congresso (ou conclave, convenção, Conferência).
  • Encontro (ou jornada, reunião, simpósio, fórum, colóquio).
  • Ciclo de Debate (ou ciclo de…, circuito, semana de…, campanha, escola de férias).
  • Exposição (ou feira, mostra, lançamento, exibição).
  • Mesa Redonda (ou painel, debate, conferência, tele-conferência, apresentação de caso, de trabalhos, grupo de trabalho, reunião, rodada.).
  • Seminário (ou wokshop, assembléia, oficina, laboratório). Espetáculo (ou recital, concerto, show, apresentação artística, apresentação cultural).
  • Evento Esportivo (ou campeonato, torneio, olimpíada, apresentação esportiva) e Festival.
  • Prestação de serviços – realização de trabalho oferecido ou contratado por terceiros (comunidade ou empresa), incluindo assessorias, consultorias e cooperação interinstitucional.
Scroll Up