Qual curso a Chrisfapi deve ofertar?
 










Galeria de Fotos

Busca no site

Cursos - Serviço Social PDF Imprimir E-mail

A MISSÃO DO CURSO DE SERVIÇO SOCIAL DA CHRISFAPI
Formação profissional teórico-prática, humanista e empreendedora para responder às exigências da sociedade do século XXI, garantindo atuação competente, autônoma e solidária na sociedade em empreendimentos e Organizações públicas e privadas, visando à melhoria da qualidade de vida para os cidadãos, através da difusão dos conhecimentos adquiridos, do incentivo à prática investigativa e do desenvolvimento autossustentável.


O CURSO DE BACHARELADO EM SERVIÇO SOCIAL DA CHRISFAPI
O Curso de Bacharelado em Serviço Social da CHRISFAPI tem por finalidade precípua a formação de profissionais críticos, reflexivos e éticos, habilitados para o exercício de suas competências profissionais para atender a demanda do mercado de trabalho no Estado do Piauí e Região Meio Norte do Brasil.
O curso possui currículo abrangente, visando atender de forma completa às exigências das Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Serviço Social, que foram estabelecidas por meio de Resolução do CNE/CSE nº 15, de 13 de Março de 2002, de onde também decorre a perspectiva de um eficiente desempenho profissional junto ao mercado de trabalho.


O PERFIL DO EGRESSO DO CURSO DE SERVIÇO SOCIAL
O egresso do Curso de Serviço Social deverá ser portador de cultura humanística, centrada em áreas do conhecimento das Ciências Humanas e Sociais, possuir capacidade crítica e analítica frente às realidades brasileiras, local e mundial, e capacidade criativa e inovadora quanto à formulação e implementação de políticas de intervenção social frente às mazelas sociais. Portanto, deverá ser um profissional um profissional que tenha a qualificação teórica com fundamentação teórico-metodológica e técnico-instrumental apoiada nas principais vertentes das ciências sociais e da teoria geral crítica, aliada à formação ético-política, capaz de:
1. Analisar o contexto conjuntural, identificando as forças sociais aí presentes para definir estratégias de ação, comprometido com os valores e princípios norteadores do Código de Ética do Assistente Social e o Projeto Ético-Político Profissional.
2. Elaborar, implementar, assessorar, coordenar e executar políticas sociais nas áreas de saúde, assistência e previdência, educação, habitação, crianças, adolescentes, idosos e outros;
3. Elaborar, coordenar, executar e avaliar programas e projetos na área;
4. Encaminhar providências e prestar orientação social a pessoas, grupos e à população em geral;
5. Orientar os cidadãos dos diferentes segmentos sociais sobre os programas sociais disponíveis e democratizar o acesso a esses programas;
6. Planejar, executar e avaliar pesquisas para o conhecimento da realidade social a fim de subsidiar as ações profissionais;
7. Realizar estudos socioeconômicos com os usuários para fins de benefícios e serviços sociais junto a órgãos da administração pública, privada e outras entidades.
8. Realizar vistorias, perícias técnicas, laudos periciais, informações e pareceres sobre matéria de Serviço Social;
9. Prestar assessoria e consultoria aos órgãos da administração pública, empresas privadas e entidades, em matéria de Serviço Social;
10. Planejar, organizar e administrar programas e projetos em unidades de Serviço Social.

ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO
A base teórica séria, científica exigente e, reunindo teoria e prática num mesmo caminho, busca desenvolver habilidades necessárias ao exercício profissional. As atividades de extensão, como as de ensino e pesquisa, são fundamentais para o ensino superior. A prestação de serviços à comunidade, através das atividades de extensão, tem como objetivos democratizar a ciência, a cultura e os conhecimentos produzidos ou veiculados na vida acadêmica, melhorando assim a qualidade de vida e atuação da comunidade.
A produção de conhecimentos em todas as áreas e o desenvolvimento científico e tecnológico ocorre hoje com vertiginosa rapidez, não existindo possibilidade de apropriação individual dessa incomensurável produção. Faz-se necessário o desenvolvimento da capacidade de buscar informações e de aprender a aprender.
Tanto a pesquisa, como princípio educativo, quanto à participação em atividades investigativas desenvolvem essas habilidades necessárias ao profissional do terceiro milênio. Propiciam, também, produção de uma atitude científica e de autonomia intelectual.


ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM SERVIÇO SOCIAL
O Estágio Supervisionado em Serviço Social é uma atividade que se configura a partir da inserção do aluno no espaço sócio institucional, visando sua capacitação para o exercício profissional. Esta supervisão é sistemática e realizada conjuntamente por professor supervisor e por profissional do campo, apoiada em planos de estágio elaborados de forma integrada pelas unidades de ensino e organizações que oferecem estágio (CFESS, RESOLUÇÃO Nº 533, de 29 de setembro de 2008). Esta definição se apoia no parecer CNE/CES nº 492/2001, homologado pelo Ministro de Estado da Educação em 09 de julho de 2001 e consubstanciado na Resolução CNE/CES 15/2002, publicada no Diário Oficial da União em 09 de abril de 2002, que aprovou as diretrizes curriculares para o curso de Serviço Social.
A duração do Estágio Curricular Obrigatório é de 480 horas (Estágio Curricular Obrigatório I – 240 horas e Estágio Curricular Obrigatório II – 240horas), o que corresponde a 13,6 % da carga horária do Curso de Serviço Social da Christus Faculdade do Piauí ora proposto, de acordo com as Diretrizes Curriculares para o referido curso e será realizado no último ano deste, dividido em dois semestres letivos. Poderá ser desenvolvido em qualquer instituição, de natureza pública, privada ou de economia mista, com ou sem fins lucrativos, desde que conveniada com a Christus Faculdade do Piauí.


TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)
Trabalho de Conclusão de Curso (TCC): É uma exigência curricular para a obtenção de diploma de bacharel em Serviço Social. Deve ser entendido como um momento de síntese e expressão da totalidade da formação profissional. É o trabalho no qual o aluno sistematiza o conhecimento resultante de um processo investigativo, originário de uma indagação teórica, preferencialmente gerada a partir da prática do estágio, no decorrer do curso. Este processo de sistematização, quando resultar de experiência de estágio, deve apresentar os elementos do trabalho profissional em seus aspectos teórico-metodológico-operativos. Realiza-se dentro de padrões e exigências metodológicas e acadêmico-científicas. Portanto, o TCC se constitui em uma monografia científica, elaborada sob a orientação de um professor e avaliada por banca examinadora.


MERCADO DE TRABALHO
O Serviço Social enquanto profissão, que assume o compromisso ético-político de assegurar e consolidar direitos, tem sido desafiado a formar profissionais com a capacidade de analisar criticamente a realidade e com habilidades para nela intervir de forma criativa e propositiva.
Os Assistentes Sociais têm se inserido nos mais diversos espaços sócio ocupacionais, seja em instituições públicas, em instituições privadas, ou ainda no terceiro setor e em movimentos sociais, atuando com as mais diversas políticas sociais (saúde, educação, assistência social, previdência, criança e adolescente, idoso, segurança, habitação, jurídico, etc.), nos mais diversos níveis (planejamento, gestão, avaliação e execução), sempre na perspectiva de contribuir para a construção de uma sociedade emancipada.


INÍCIO DO CURSO:
01/02/2011

AUTORIZAÇÃO:
Portaria 142 de 13 de janeiro de 2011

DURAÇÃO DO CURSO:
04 anos

TURNO:
Noturno

TÍTULO DE GRADUAÇÃO:
Bacharel em Serviço Social

COORDENAÇÃO:
Ana Raquel da Silva Melo


NÚMERO DE VAGAS:
50 vagas/ semestre

CARGA HORÁRIA TOTAL:
3.033 horas

E-MAIL:
anarakelmelo@hotmal.com



 

 

CHRISFAPI - Christus Faculdade do Piauí
Rua Acelino Resende, 132 Fonte dos Matos - Piripiri-Piauí
Desenvolvido por George Mendes